Gestão de integração em projetos

Integrar escopo, tempo, custos, recursos e outras áreas de conhecimento dentro de um projeto não é uma missão simples. E essa é uma tarefa que, embora deva ser liderada pelo gestor de projetos, depende também do apoio de todo o time participante do projeto.integração A integração visa manter a comunicação e sincronização de tudo o que está acontecendo de uma forma que tudo se encaixe perfeitamente. Segundo o PMBOK 4ª edição (2008):

O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos e as atividades necessárias para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os vários processos e atividades dos grupos de processos de gerenciamento. No contexto de gerenciamento de projetos, integração inclui características de unificação, consolidação, articulação e ações integradoras que são essenciais para o término do projeto, para gerenciar com sucesso as expectativas das partes interessadas e atender aos requisitos.

Imagine, por exemplo, se no escritório de projetos não há uma boa comunicação entre os gerentes de projeto com os gerentes funcionais sobre a utilização de recursos. Pode acontecer de tarefas importantes serem alocadas para o mesmo recurso no mesmo dia. Ou seja, a comunicação é parte integrante e importante em um escritório de projetos. Um cenário parecido pode acontecer dentro de um projeto, onde um recurso pode ser alocado para duas tarefas diferentes no mesmo dia. Neste caso é necessário integrar tempo e recurso de modo que não colidam com interesses específicos.

O gerenciamento da integração do projeto requer que sejam feitas escolhas sobre alocação de recursos, concessões entre objetivos e alternativas conflitantes e gerenciamento de dependências mútuas entre as áreas de conhecimento - PMBOK 4ª edição (2008).

A imagem a seguir explana a relação da gestão da integração com outras áreas de conhecimento dentro do gerenciamento de um projeto.

integração das áreas de conhecimento

A gerência de integração do projeto visa a coordenação de todos os aspectos do plano do projeto, a unificação e integração entre os processos.

  • O orçamento do projeto é compatível com o número de recursos alocados?
  • O risco aumenta conforme o tempo passa?
  • As aquisições devem ser feitas em quanto tempo?
  • O fator qualidade envolve riscos?

Tudo deve estar conectado para que não existam problemas ou conflitos durante o projeto. Sendo assim, sempre que pronto o planejamento do projeto, faça uma revisão de tudo o que foi planejado, procure pontos conflitantes como, por exemplo:

  • tarefa x depende de recurso y, contudo a abertura de concorrência para aquisição do recurso está agendada para depois do início da tarefa (gestão do tempo x gestão de aquisições); e
  • o fator esperado de qualidade para uma determinada entrega coloca em risco o cumprimento do prazo, pois exige um esforço maior, ou seja mais pessoas trabalhando na tarefa (gestão do tempo x gestão de aquisições x gestão de riscos).

Sendo assim:

  1. Só se controla o que se mede, então preste atenção nos indicadores do seu escritório de projetos antes do planejamento. Com isso, será mais fácil evitar conflitos de recursos e processos;
  2. Tenha sempre um plano de projeto, é a melhor ferramenta para integração de todas as áreas de conhecimento dentro do projeto;
  3. Faça análises documentais frequentes do plano do projeto. Isso ajudará a entender quais os pontos conflitantes dentro da integração das áreas de conhecimento de projeto;
  4. A integração é um dos pontos mais presentes nos processos de monitoramento e controle;
  5. Engaje todo o time nessa integração. Verifique o sincronismo de todas as áreas das reuniões e faça com que as pessoas troquem informações importantes. Peça sugestões, faça com que as pessoas colaborem entre si. Projetos são executados por pessoas, motive-as para o resultado.
Esta entrada foi publicada em Gestão de Integração, Recados. Adicione o link permanente aos seus favoritos.